Cilada do Sentidos

Subtítulo #1 Bestseller 
Call to Action /  Slogan
 
textos, poemas e versos

       Lancei, a tinos dessabidos, uma rede ao mar. Buscasse onde não via o que queriam as emoções. Trançados em algas e peixes, vivi sentidos a amorar em  funduras, entre pedras e diálogos, nunca conversei, nem eles comigo fizeram conluio. Jamais os sonhos de gastar em areias o arrasto das ondas, os olhos noturnos de reparar um ânimo tedioso do dia. Rede alguma puxei. Meus sofrimentos sim, desabitaram indolentes os esconderijos óbvios, contaram-me os prantos a surrupiar lágrimas e, nadando entre todas as águas, esbarrei em tentações de sofrências. Vesti-me em tristezas de todas as épocas, sem contrariar o alegre preso em riso festivo, tratei de gostar das funduras, de disfarçar minha rede e espiar em soslaios até costumar com o outro. Não existe.

      Hoje abrigo a inquietude de não querer o desejo, os sentidos frágeis à mercê do conto. Como uma montanha que se perde em poentes eternos, fujo e me encontro em brincadeira solitária, em distração de olhares arredios, olham para dentro quando quero ver paisagens, para fora a apreciar lágrimas em penumbras e cegueiras. Encontram-se em correrias de tonturas a gritar meu nome, nem sei se tenho, tal a discórdia. Não é fácil viver aqui, entre o que se diz vida e a trama incontida que nem sei albergar. Sempre parto. Trato apenas de juntar pedaços de todos, sempre, à permissão da algazarra, amar essa trama estranha de negligenciar mentes, afogar-me de mim em distância de tantos, de me querer presente outra vez. Aquela flor que já fui, hoje se estranha em matagal de tudo, menos alívio. Em aflições  de querer o conjunto, em suspirâncias de me saber dissonante em mim. Continuo neste prelúdio de fim.

    Compartilho emoções. Guardadas desde sempre, muitas nem conheço. O que escrevo me cabe, complementam-se em destinos alheios, fazem um casamento único e se transbordam outra vez. Não existe significado sem esta união. Somos nós os construtores dos sentidos, únicos e coletivos ao mesmo tempo. 

5 Nov 2019

Flores brancas são sempre macias, como as folhas vazias. Se eu morresse hoje, dormindo, não te procuraria embaixo da cama. Sempre senti o peso das ripas mofadas, sim, já estive lá outras vezes, me escondi muito, como se morasse aquele teto raso, o ar calado, a vontade de levantar já tolhida, só rastejei, quando saí foi com medo. Mas eu te procuraria achatada comigo, partida, espalhada, cacos no chão quando espremido pelo estrado só conseguisse mexer os dedos, meus braços poderiam girar semicírculos, eu cravaria u...

26 Apr 2019

Nem caí.

Cansada? Também não. Sem me ver, contando lonjuras, você me conta, mesmo assim você indaga,

preciso,

um serpentear de palavras, dispersas, voam dispersas, sou eu a amontoá-las em sentido,

preciso.

Era, sim, um terreiro grande de faltar-me altura de precisar, divisar fim. Corria longe às terras batidas,

pelo terreiro a olhos perdidos,

só terras,

e sapecava os pés no quente do meio-dia porque me cabia em seu colo, em pouco, sem me ver você sabia.

Voltava o corpo nu, quase nu, seus braços já me apontavam,

seu colo,

no...

22 Nov 2018

Quanto em penumbra vi seu corpo, tomado de sombras, você inquieto e suado. Quarto em penumbra, a janela um quadro por onde nos víamos, viam-nos, nossa a minúcia, o fetiche, nosso, nem te perguntei, meu talvez. A janela uma tela, pintura em tela de atacar desejos, de achar prazeres, te disse, somos nossas vontades, as que cantam vilezas, outras não somos, nem importa. Sempre que montamos esse cenário, iluminamos silhuetas, eu e você, sempre percorro sua tensão, você quase não entra na cena, te jogo nessa peça, sem...

Please reload

 
opiniões

I'm a testimonial. Click to edit me and add text that says something nice about you and your services. Let your customers review you and tell their friends how great you are.

JAKE RANDELL,

San Francisco Times

 
 
EVENTOS

Evento

February 23, 2023

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum

Evento

February 23, 2023

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum

1 / 2

Please reload