Seus altos, o baixo, piano


[improviso xi]


Negra, luz de máscara, para você me ver em pedaços, a cama, o chão, te dei rara, em seus olhos, não te dei um olhar sequer, longo, sem pedaços, vestida em trapos soltos, quase, para você me puxar em frases, não me queira, sou trançada em sussurros, em dilúvios, me tenha cega, me beije muda, nada, te contarei mais, venha, me some, negra, a luz parte e não chega, chega, não me mostre nua, sou trancada em trapos, me conte, quero ouvir sua voz, seja baixa, no meu ouvido surdo, estalido de língua, molhada, quero sentir seu corpo, mais alto, a música, o estampido raso de metais, seja baixa, em seu ouvido quente, sou vestida em sussurros, arranca outro trapo, me mostre seus lábios, não, inteiros não, tão pertos que sinta sua respiração, rápida, nem tão alta, quero ouvir a música, baixa, não me olhe, sou tantas, não me escolha, sou vestida em movimentos, lentos, tira mais, quase nua, letra, cada trapo me leva, sou tramada em partidas, devolve sua língua, sugere meu corpo, me cala, me penetre e fique, não me deixe seu olho, sou encardida de cores, sou igual, mas fique, dentro de mim, há cores, são gritos lentos, os metais sobem, pouco, as batidas, o baixo, vem, me chame quieto, me vira, aumento minha luz, talvez me veja vaga, sou trançada de horrores, me apago, me queira em pedaços, sou vestida em partes, me monte, o piano me prende, vem, me toque nas teclas, devagar, o baixo, temo os tons, seus olhos fechados, me conte inquieto, pare, me queira em trapos, tire, me abrace forte, meu rosto em seu peito, colhe, solta, não me escolha, sou muitas, sou tramada em variações, sou todas as notas, cada instrumento me cala, me insulta, grite comigo, mais baixo, somos monótonos agora, respiro e não volto, me envolve, meu peito, morde, devagar, as teclas, a melodia é meu gemido, contido, não grito, sou espremida em sussurros, meu gozo é forte, mais baixo, minha virilha, te dou outro trapo, escondo a face, não te tenho, volta, o som repete, você gosta, me viro, debruço no piano, não teclas, abro minhas pernas, jogo o último trapo, lenta, sou despida de pressa, me conte, não me olhe, rabisque meu pescoço, escreva seu nome, para o caso de te querer, não te verei, decore meus ombros, pegue minha cintura, isso, de costas, cole em minhas costas, me agarre, mas baixo, devagar, deslize por meus braços suas mãos reticentes, os dedos tramados, os metais, aproveita a melodia apressada, as notas repicadas, me conta, me conta, sou trançada em orgasmos, sou vadia, sou puta, não grite, não me olhe, sou vestida de vontades, meus sussurros não me valem, se grito, se te procuro, em meu pescoço, tem seu nome, não te vejo no escuro, os metais brilham trincados, a vela acabou e você foge, se te tive, sou surrada em movimentos, tramada em remendos, cortada em adjetivos, apaixonada em pedaços, o baixo, a batida lenta, volto ao marcado, você foi um improviso, nada mais, sou dada a seduções, malcriada no mistério, letra, te mostro os olhos, não me olhe, nunca me escolha, não sou nada sem mim toda, nunca sou toda de mim nada, o piano.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo